agosto 29, 2013

Desabafo


 
Vigio a lua na rua em que moras
Se vens quem o diga, se vens?
Outro inverno passa...os dias,
tantas horas.

Ainda espero... sou poeta, vou além do Céu
O perfume das tuas mãos abraçam
pilha de sonhos...perfume enternecedor
 embebeda linhas do poema inacabado.

Ele viria ao anoitecer!

Manuella Loureiro – het. MR



agosto 17, 2013

Gitana



A noite é uma página de sonhos
há um jardim rodeado por bosques
onde vive uma cigana solitária!

 A luz da Lua Cheia faz desenhos
no chão da varanda onde ela escreve,
 um doce perfume passa
e deixa  rastro de saudade...

Um poema, um verso, fragmentos
de uma história...
 oculta a dor e escreve...
enigmática... metáforas escondem
aquele rosto...

História marcada por doces lembranças!

aut. Marllene Rodrigues
do livro "Gitana"