março 23, 2010


Ahora sólo usted

A paisagem mais linda
o ruído das águas
o céu de estrelas

você aqui, não temo
nenhum temporal
teus braços fortes
me protegem do mal...

Quando a escuridão
de noites sem lua
querer chegar

Meu amor cigano!

Madalena Cigana

março 15, 2010


Mio Gitano

os caminhos são longos
os dias sem fim
a distância que nos separa
machuca tanto...

Tem momentos em que a solidão
Dilacera este peito, mas dói
em ti tambem.

Quando chegas, teu sorriso
muda tudo... me cobre de amor
que toda dor vai embora

podia ser sempre assim...

mas logo foges,
Mio Gitano!

Madalena Cigana

março 12, 2010


Quero

A calma das manhãs
Sentir teus lábios de hortelã
A proteção dos momentos contigo
Estrelas num céu lindo

Conhecer a melodia da tua voz
Viver cada dia, uma poesia
Entoada por Anjos

Quero-te sempre aqui
sentir que vens
Pois sei o poder de cada lua
Cada rua, cada estrada!

Madalena Cigana

março 11, 2010


Desígnios

"alguém pode me dizer
se estava prevista na palma
da minha mão
esta paixão inesperada
se estava já escrita e demarcada
na linha da minha vida
se fazia já parte da estrada
e tinha que ser vivida

ou foi um desgoverno repentino
que surpreendeu os deuses, todos
os que desenham o nosso destino
ou foi um desatino, uma loucura
uma imprevisível subversão
que só a partir de agora eu
trago marcada
na palma da minha mão"

Bruna Lombardi

março 04, 2010


Cigana dos olhos lindos

Teu encanto deixa inebriado de amor
quem te olhe
teu perfume de alfazema e almíscar
deixa-me louco quando passas

me olha sem me ver sem saber
que morro de saudades de você
teus olhos são profundos e misteriosos
igual ao mar...

leva-me para tão longe este teu olhar
que nem me percebe,

cigana!
Madalena Cigana